Terreiro Santa Bárbara

Tel.:(71) 3379-3412 | Email: contato@terreirosantabarbara.com.br

Cânticos Religiosos

Canto de Xangô

Eu vim de bem longe, eu vim, nem sei mais de onde é que eu vim
Sou filho de rei muito lutei pra ser o que eu sou
Eu sou negro de cor mas tudo é só amor em mim
Tudo é só amor, para mim
Xangô Agodô
Hoje é tempo de amor
Hoje é tempo de dor, em mim
Xangô Agodô
Salve , Xangô, meu Rei Senhor
Salve meu Orixá
Tem sete cores sua cor
sete dias para a gente amar
Salve Xangô, meu Rei Senhor
Salve meu Orixá
Tem sete cores sua cor
sete dias para a gente amar
Mas amar é sofrer
Mas amar é morrer de dor
Xangô, meu Senhor, saravá!
Me faça sofrer
Ah me faça morrer
Mas me faça morrer de amar
Xangô, meu Senhor, saravá!

Xangô agodô

IANSÃ

Iansã, Cadê Ogum?

Foi pro mar!

Mas Iansã, Cadê Ogum?

Foi pro mar!

Iansã penteia
Os seus cabelos macios
Quando a luz da lua cheia
Clareia as águas do rio
Ogum sonhava
Com a filha de Nanã
E pensava q as estrelas
Eram os olhos de Iansã

Mas Iansã, Cadê Ogum?
Foi pro mar!
(2x)

Iansã, Cadê Ogum?
Foi pro mar!
(2x)

Na terra dos orixás
Um amor se dividia
Entre um deus que era de paz
E outro deus que combatia
Como a luta só termina
Quando existe um vencedor
Iansã virou rainha na coroa de xangô

Mas Iansã, Cadê Ogum?
Foi pro mar!

Iansã, Cadê Ogum?
Foi pro mar!

Mas Iansã, Cadê Ogum?
Foi pro mar!

Iansã, Cadê Ogum?
Foi pro mar!

Mas Iansã, Cadê Ogum?
Foi pro mar!

Iansã, Cadê Ogum?
Foi pro mar!